A segunda edição do projeto Literatura Mútua promove roda de conversa entre as escritoras Talita Guimarães e Sabryna Mendes comentando seus livros Recorte! (2015) e Cafés Amargos (2015), respectivamente, na quarta-feira (21/09) a partir das 19h30 na Galeria Trapiche (Praia Grande, em frente ao Terminal de Integração). A entrada é gratuita.

“A ideia é promover encontros em que escritores comentem a leitura dos trabalhos um do outro, leiam seus trechos preferidos, troquem indicações de leitura com o público e incentivem o hábito de ler”, explica a jornalista Talita Guimarães, idealizadora do projeto. Com edições previstas para acontecer entre agosto e novembro, o projeto é mediado pela autora de Recorte!, que recebe a cada terceira quarta-feira do mês um autor contemporâneo para conversa na Galera Trapiche.

Em setembro, a conversa será com a jovem escritora Sabryna Mendes, cujo romance de estreia Cafés Amargos foi vencedor do Prêmio Aluízio Azevedo no 35° Concurso Cidade de São Luís. “Fiquei muito feliz com o convite e acho que a iniciativa é válida, tanto pra troca de experiências como escritoras/leitoras, como pra dar ao público essa chance de conhecer mais o processo de escrita e produção literária. Promover esse encontro, rico em criatividade e talento, é maravilhoso! Estou ansiosa e espero contribuir de maneira significante”, conta Sabryna, que tem 21 anos.

A roda de conversa reúne autoras que são antes de tudo leitoras, comentando como a leitura atravessa suas percepções humanas e influenciam em seus trabalhos. Durante a conversa, o público pode interagir com as autoras, folhear exemplares dos livros comentados e conhecer os manuscritos de Recorte! e ilustrações que dialogam com as crônicas de Talita Guimarães.

“A Galeria Trapiche, enquanto equipamento cultural municipal, está aberta e interessada em projetos dessa natureza, que estimulam o diálogo não somente com as artes visuais, nosso campo de atuação, mas também com outras linguagem artísticas, e essa transversalidade de linguagens inclusive que a literatura possibilita dentro do lúdico e da imaginação, estimula também a criação de trabalhos nas artes visuais. Além também de ser um projeto espontâneo de novos talentos da cidade”, afirma Camila Grimaldi, Coordenadora da Galeria Trapiche.

LITERATURA MÚTUA – Projeto literário sem fins lucrativos idealizado pela escritora e jornalista Talita Guimarães que visa reunir escritores contemporâneos publicados ou não, em rodas de conversa mensais em que ambos comentem os livros um do outro e suas experiência de leitura. A primeira edição aconteceu em agosto de 2016 com o poeta Felipe Castro. Na terceira edição, Talita Guimarães conversará com o escritor Jônatas no dia 19/10 e em novembro será a vez da dramaturga Júlia Emília trazer suas experiências através do TeatroDança para o projeto, na quarta-feira 16/11. Os encontros acontecem às 19h30, na Galera Trapiche.

TALITA GUIMARÃES – Nasceu em São Luís-MA (1989), é jornalista e escritora. Autora de Recorte! (2015) e Vila Tulipa (2007), agraciado com Prêmio Odylo Costa, Filho no XXX Concurso Literário e Artístico Cidade de São Luís em 2006. Edita o Ensaios em Foco (www.ensaiosemfoco.blogspot.com.br), escreve e ilustra crônicas às quintas-feiras para o Armazém de Cultura (www.armazemdecultura.wordpress.com.br) e desenvolve projetos para Cinema e TV Pública em São Luís-MA, onde reside.

SABRYNA MENDES – Natural de Itapecuru-Mirim-MA, reside em São Luís há 7 anos. Estudante de Comunicação Social – Jornalismo na UFMA (7° período). Vencedora do 35° Concurso Cidade de São Luís na categoria Romance (Prêmio Aluízio Azevedo) com o livro Cafés Amargos. Escreve para www.quartoandar.com.