O Rio de Janeiro recebe em agosto a múltipla artista maranhense Júlia Emília, que estará na cidade para os eventos de lançamento do seu livro Vivendo Teatrodança, investigações de uma artista maranhense para crianças de qualquer idade.

Publicado com o apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão (FAPEMA), o livro é um ensaio analítico. Composto por textos dramatúrgicos, processos fundamentados, fotos e clipping, o trabalho registra parte da história pioneira da dança e da cena maranhense, percorrendo a trajetória de uma artista inquieta em suas propostas cênicas, que considera a tradição popular mantendo os pés na atualidade.

vivendo teatro dança

Além disso, Vivendo Teatrodança, investigações de uma artista maranhense para crianças de qualquer idade demonstra que as desilusões, mudanças, demandas, entusiasmos e modas do tempo não abateram o coletivo artístico pela força de suas investigações, resistindo por mais de três décadas no emergente mercado maranhense.

Júlia Emília e o Grupo Teatrodança sentiram-se no dever de compartilhar estas experimentações com o público. Tanto que o livro já passou por diversos espaços culturais, como o Centro de Pesquisa de História Natural e Arqueologia, a Associação Cultural Grupo Teatrodança, a Conexão Dança VI, o Movimento Sebo no Chão, a Cia. Miramundo, a Poeme-se Livraria, a Livraria Leitura SLZ Shopping, Chico’s Discos, a 9ª Semana Maranhense de Dança, a XX Feira Pan-Amazônica, o Casarão do Boneco, o SESC Boulevard, o IFMA Alcântara e o Museu Casa Histórica de Alcântara.

AGENDA RJ

Terça-feira, 15 de agosto de 2017, às 19 horas

Tema do encontro: “Os meninos em terras impuras”

Centro Cultura da Justiça Federal (R. Rio Branco, 241 – Centro)

Quarta-feira, 16 de agosto de 2017, às 19 horas

Tema do encontro: “O corpo e a cena nas expressões tradicionais”

Escola e Faculdade Angel Vianna (R. Jornalista Orlando Dantas, 2 – Botafogo)

Terça-feira, 22 de agosto de 2017, às 19 horas

“Poesia simplesmente” sobre as poéticas dos processos dramatúrgicos

Teatro Gláucio Gil (Praça Cardeal Arcoverde – Copacabana)

A AUTORA

Júlia Emília Bastos Ferreira da Silva nasceu na Grande Ilha do Maranhão num agosto de 1954, em meio aos momentos turbulentos do suicídio de Getúlio Vargas. Filha de família intelectualizada, teve um pé na formação clássica e outro nos terreiros das culturas populares maranhenses, sem populismo postiço, mas buscando uma dramaturgia do corpo com matrizes das expressões populares.

Sua formação vem de um ambiente diversificado do qual fazem parte artistas e coletivos da educação, dança, teatro, literatura e vídeo, muitas vezes pioneiras em sistemas inovadores, com buscas que permitem à Júlia Emília contribuir para revelar as ações das mulheres que não dividem corpo e mente e estão alinhadas com o mundo. Seu corpo fala de uma história feita de treinamentos, estudos, espetáculos, viagens, experimentações e encontros.

Júlia Emília fundou o Grupo Teatrodança, que dirige desde então, focada na potencialidade da ação. Assim, combina a matéria estética e a noção de corpo em sua cena e pedagogia, sem vergonha de nascer em terra espoliada, de expor seus exercícios de aculturação, de registrar dramaturgias que nem sabe se serão publicadas exatamente por acreditar que o texto eterniza a investigação dramatúrgica.

Vivendo Teatrodança, investigações de uma artista maranhense para crianças de qualquer idade

FAPEMA, 2015

14 x 21 cm | 252 páginas | ilustrado

ISBN: 978-85-64613-11-9

R$ 30,00