Abrindo a série de encontros inéditos entre escritores que fizeram história no Literatura Mútua, acontece neste domingo (10/09) a partir das 16h30 na Livraria e Espaço Cultural AMEI (São Luís Shopping) a roda de conversa De Aurora da Graça à Thayná Rosa: a poesia de duas gerações com a presença das poetas maranhenses comentando experiências de leitura e escrita em poesia. A entrada é gratuita e a mediação é da jornalista Talita Guimarães.

“Com os Encontros LM pretendemos celebrar o aniversário do projeto promovendo diálogos inéditos entre escritores que estão produzindo em áreas afins como poesia, literatura fantástica e letras de música cada qual com sua voz, experiência e representatividade geracional singular”, considera Talita Guimarães, responsável pelo Literatura Mútua que há um ano realiza rodas de conversa gratuitas entre escritores contemporâneos em espaços descentralizados de São Luís.

“Aurora e Thayná representam duas gerações de mulheres que estão na poesia de corpo inteiro, produzindo versos vigorosos sensivelmente alinhados com seus tempos históricos e pessoais. Reuni-las em uma conversa inédita sobre o que a poesia representa para suas respectivas gerações é uma honra e uma oportunidade preciosa de ver a interação entre dois nomes femininos fortes que asseguram a longevidade da grande literatura em nosso estado”, afirma Talita.

Além de reunir as poetas Aurora da Graça e Thayná Rosa, a série especial Encontros LM promoverá ainda os diálogos De Lagoena à Lili Ffrit: os universos fantásticos de Laísa Couto e Jaqueline Morais no sábado (16/09) às 15h e A musicalidade dos poetas-letristas Fernando Abreu e Lúcia Santos no domingo (17/09) às 14h, sempre na AMEI com mediação de Talita Guimarães.

A programação de aniversário do Literatura Mútua acontece dentro da II Feira do Livro do Autor e Editor Maranhense – FLAEMA e conta ainda com a exposição de fotografias “1 Ano de Literatura Mútua” assinada por Talissa Guimarães no Espaço AMEI, entre os dias 08 e 17 de setembro, das 10h às 22h no São Luís Shopping. A programação completa da II FLAEMA está disponível no endereço www.ameiosfl.org/programacao .

SOBRE LM – Projeto literário sem fins lucrativos, idealizado pela escritora e jornalista maranhense Talita Guimarães, que reúne escritores contemporâneos publicados ou não, em rodas de conversa mensais sobre experiências de leitura e escrita desde agosto de 2016 em São Luís. Em doze meses, o Literatura Mútua realizou 30 edições com 22 escritores em rodas de conversa distribuídas por 05 espaços parceiros: Galeria Trapiche, Feira do Livro de São Luís, Biblioteca Municipal do Bairro de Fátima, Centro de Ensino São Cristóvão e Livraria e Espaço Cultural AMEI.

TALITA GUIMARÃES – Nasceu em São Luís-MA (1989), é jornalista, escritora e assistente de direção da série O dia em que nos tornamos terroristas, exibida toda sexta-feira às 4h na TV Cultura. Autora de Recorte! (2015) e Vila Tulipa (2007), agraciado com Prêmio Odylo Costa, Filho no XXX Concurso Literário e Artístico Cidade de São Luís em 2006. Edita o site Ensaios em Foco (www.ensaiosemfoco.com), escreve e ilustra crônicas às quintas-feiras para o Armazém de Cultura (www.armazemdecultura.com) e desenvolve projetos para Cinema e TV Pública em São Luís-MA, onde reside.

AURORA DA GRAÇA – Natural de Rosário-MA, Aurora a Graça é poeta, professora e bibliotecária. Na coletânea O Tempo Guardado das Pequenas Felicidades (2009) é possível conferir a reunião revisada dos três primeiros livros da autora – Cavalo Dourado (1977), Nó de Brilho (1981) e Memória da Paixão (1987) – à sua poesia inédita. Destaque para a importância histórica de Aurora da Graça no cenário literário nacional, tanto por sua obra que contempla uma investigação profunda dos sentidos que atravessam a existência humana quanto pelos registros que detém de correspondências com Carlos Drummond de Andrade e Clarice Lispector. Recentemente, o biógrafo estadunidense Benjamin Moser divulgou a última carta escrita por Clarice Lispector em 1977 relatando uma possível vinda ao Maranhão. A cópia da mesma carta já havia sido publicada na edição de O Tempo Guardado das Pequenas Felicidades, atestando que a destinatária mencionada é a Aurora.

THAYNÁ ROSA – Natural de São Luís do Maranhão, nasceu em 1997, acadêmica do curso de Ciências Sociais na UFMA e pesquisadora na área da ciência política. Começou a escrever por volta dos 12 anos, sempre influenciada pela poesia mais clássica. Possui poesias publicadas em revistas, como a Acre, mas suas participações com a poesia sempre foram mais em saraus poéticos organizados por produtores e músicos em eventos de São Luís e no Movimento Sebo no Chão. Sem nenhum livro ainda publicado, Thayná expõe suas poesias em uma página pública no facebook chamada A Rosa (facebook.com/thaynarosapoesia). Seus trabalhos são quase sempre carregados de rimas e versos bem definidos, com descrição da realidade de forma contemplativa, romântica e conturbada, em uma relação entre o concreto e o abstrato, permeado por indagações que a realidade traz a tona.