Banda formada por estudantes do CEFET-MA revela uma turma de amigos, que em sintonia, produz música de qualidade com talento nato.

“Alessandro na guitarra, Pedro no contrabaixo, Fernando Bateria e Sfânio nos vocais. Banda Móbile…”. Com a apresentação dos integrantes cantada em ritmo de balada que Sfânio Mesquita e sua banda iniciam oficialmente a carreira da “Móbile” durante a I Mostra de Talentos do CEFET-MA. A banda em questão é uma reunião de três amigos que, fascinados por música, marcavam ensaios aleatórios para cantar e tocar suas preferências musicais por puro hobby. Com aproximadamente quatro meses de existência, “Móbile” ainda não havia realizado nenhum show, tampouco tinha nome definido. “Tivemos cinco minutos para pensar no nome da banda, então decidimos por Móbile”, o vocalista disse ao público pouco antes de começar a cantar. Em seguida, entoou os versos citados acima, que acompanhados pela banda resultaram em uma simpática apresentação .

Mas para quem imaginou que a banda seria aquela típica desafinação adolescente, de um contexto musical pouco definido com vozes e acordes de rebeldia juvenil, enganou-se. Os meninos da “Móbile” têm repertório rico, bem definido e contextualizado. Apresentaram Música Popular Brasileira com um olhar jovem, difícil de encontrar no atual cenário musical maranhense. No repertório, nomes como Paulinho Moska, Lenine, Vanessa da Mata, Jorge Vercilo, Zeca Baleiro, Nando Reis e sobretudo Djavan.

“Móbile” na I Mostra de Talentos do CEFET-MA. Da esquerda para direita: Pedro (contra-baixo), Sfânio (voz e violão), Alessandro (guitarra) e ao fundo, Fernando (bateria)

“Ensaios em Foco” conversou com o vocalista Sfânio Mesquita, que contou um pouco sobre a descoberta do talento para música desde as primeiras notas até a formação da banda.

Sfânio estava na transição dos 16 para 17 anos quando ganhou um violão de presente do pai. No começo, não deu muita importância para o instrumento. Nunca tinha tocado e não sentiu muito interesse em aprender. “O violão deve ter ficado vários meses parado, sem que eu ligasse.” Mas, durante uma viagem para uma cidade do interior do Maranhão, carregou o instrumento junto e entediado com a monotonia do lugar começou a arriscar algumas notas. Cantou para acompanhar e descobriu um timbre bom, suave. Daí em diante começou a se dedicar ao violão como autodidata e logo percebeu que tinha jeito para música. Católico, levou o violão para missa e começou a tocar na Igreja. Desde então, não parou mais. Conheceu Pedro e Fernando no CEFET-MA, firmaram amizade e começaram a tocar juntos por prazer. Quem assistiu à banda na I Mostra de Talentos do CEFET-MA percebeu logo a sintonia entre os três, que conheceram o guitarrista Alessandro na hora, e nem perderam tempo em convidá-lo para unir-se ao grupo já naquela apresentação.

A partir de agora, a Banda “Móbile” aguarda convites para shows e apresentações de seu trabalho. Quem quiser conferir o talento dos meninos, basta entrar em contato com o próprio Sfânio pelo telefone (098) 81649214 ou através do e-mail sfanio@gmail.com.

Para uma banda dita iniciante, “Móbile” em nada deixa a desejar, pelo contrário, deixa ao público o desejo pelo próximo show. Por tudo isso, “Ensaios em Foco” indica a banda pela qualidade do som e o foco na musicalidade incomum desses jovens amantes da MPB e da arte – que feita por quem sabe – só faz bem. Assim, vale conferir a proposta e creditar crescimento à iniciativa.